05 maio, 2008

Mama, xuxa, chupeta, como quiserem chamar

De há uns tempos para cá comçamos a dizer à Di que já era grande para ter mama, ao ue ela respondia "não a Diana é quenina", não teimamos muito pois a mama também era basicamente para dormir ou para quando estava com sono, no infantario já nem a usa, apenas lha davam para dormir a sesta e pelo que uma auxiliar me disse "ela hoje não teve mama para dormir e nem se queixou".

Tentamos seguir várias ideias que já vi em aluns blogs tal como (Dora) dar-lhe um livro e dizer que tinha de pagar com a mama, não resultou, dizer que o cão da bola do João a tinha levado, também não resultou, foi quando desistimos, afinal até aos 3 anos a médica disse não haver mal.

De há uns tempos para cá disse-lhe com ar serio "sabes um dia a mama vai estragar e vais ter de deitar fora e depois não há mais", isto inspirado na ideia da Caracoleta, mas confesso que fiquei naquela de que ela não me ia ouvir sequer e como em outras ocasiões só estava a falar por falar.

No sabado depois de irmos ver o fogo de artificio a festa (que ela adorou, um pouco de medo ao inicio mas depois já queria mais), viemos para casa, ao chegar ouço-a dizer "olha mãe a mama estragou", não liguei muito pensei que era ela numa de brincadeira, e ela continua "agora é para o lixo, a Diana não pexixa da mama, já é quescida", fiquei parva.
Peguei na mama e realmente estava estragada, por palavras dela "foi com os dentes" enquanto apontava para os mesmos.
Eu, "agora tens de deitar fora e não há mais nenhuma", a ver a reação dela, olhou para mim com ar de "cachorrinho".

Di : "A mama é da Diana não é?"
Eu: sim é mas está estragada, deito fora?
Di: sim, está estragada...
Eu: pronto a mãe já deitou fora, agora não há mais está bem?

Nem um pio deu, quis ver onde deitei fora, disse-lhe que não dava para ver (guardei-a para o caso de...)que estava na rua debaixo do carro, aceitou...

Notei que ficou mais agitada para adormecer mas adormeceu em minutos.

Ontem é que foi pior, de manhã perguntou por ela e respondi-lhe o mesmo de sabado, ficou-se.
De tarde com o sono fez birra "a mama? quero a mama?", custou-me ai se não custou, mas decidi que não podia voltar atrás pois iria ser pior, "a mama foi para o lixo, estragou-se", "quero ver... onde está???", isto num choro que meter dó, "não dá para ver já foi para o lixo".
Lá se calou passado umas horas com paragens pelo meio.
Entretanto o pai chegou e ela não a pediu mais, de tarde não dormiu a sesta, reparei que foi por falta da mama, à noite pediu uma vez ou outra quando estava para dormir, mas depois lá se calou e acabou por adormecer.

Noto-a muito mais gitada, ai se noto, e está-me a custar muito vê-la assim, mas a iniciativa de a deixar veio dela, com o tempo deve de se habituar não???

Ao adormece-la ontem à noite dei por mim à procura da mama tanto na boca dela como no sofá, até que me lembrei que ela já não a tinha, tenho uma de reserva lá em casa, uhf!!! não posso voltar atras, não posso...

Custa tanto ser mãe....

5 comentários:

A mamã disse...

parabéns á Di por mais uma fase ..no inicio custa muito ams depois ela esquece ..custa tanto a elas como a nos não custa? mais um sintoma que o nosso bebé tá a crescer e a dar lugar a uma linda menina Quexida
parabéns e não desistas
bjinhos
paula

Helena disse...

como a iniciativa foi dela pode ser que não seja muito difícil.
cá por casa é um problema que não teremos. nem um nem outro pegou na chucha.
beijocas

O Príncipe Duarte disse...

Eu por enquanto nao faço questao q ele large a chuhca...tb é so para dormir

bjs

alice+duarte

Mãe disse...

Boa! Parece estar a correr bem! Beijocas!!!!

Cila & Di disse...

Optaste pela mesma forma que eu usei (quando se estragar vai para o lixo). Há muito que a Di dorme sem xuxa, mas de vez em quando, muito raramente, lembra-se dela e pede-a.
Beijo doce!